Pages

sexta-feira, 2 de março de 2012

Oscar 2012 - Comentários

with 4 comentários

      Como de costume aqui no blog, demorei pra vim postar os comentários do Oscar deste domingo. Mas antes tarde do que nunca. No total, acertei 19 de 24 categorias, errando montagem, figurino, efeitos especiais, fotografia e documentário. Sobre a cerimônia, ela foi dinâmica, porém o humor de Billy Crystal é antiquado e não motivou a plateia. Durando 2 horas e 40 minutos, houve poucos momentos realmente marcantes. Entre eles, aponto a presença de Robert Downey Jr., que com um alto timing cômico e uma capacidade absurda de não rir das próprias piadas, poderia muito bem ser um bom apresentador em anos futuros; a brincadeira dos roteiristas de Os Descendentes com a perna de Angelina Jolie, que virou sucesso imediato na internet; e a esquete "relatando" as primeiras críticas do público sobre o clássico O Mágico de Oz.

      Com cinco prêmios cada, O Artista e Hugo foram os grandes vencedores de uma festa que focava nos primórdios do cinema e na magia que este possui. Frequentemente, atores e diretores famosos davam entrevistas em que contavam suas experiências com essa arte que tanto admiram e os primeiros filme que marcaram cada um. E se é notável ver a presença de gênios como Robert DeNiro e Werner Herzog, e astros recentes de grande qualidade como Edward Norton e Gabourey Sidibe, é triste ver que estes estavam no mesmo segmento de pessoas como Adam Sandler.

      Entre as surpresas, a melhor foi o prêmio de edição indo aos montadores de Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres, que realmente eram os melhores da categoria. Porém, Hugo prevalecendo em efeitos especiais sobre o incrível trabalho de Planeta dos Macacos: A Origem é absurdo. Mas nada se compara a perda de A Árvore da Vida em fotografia. A Academia decidiu salientar um pouco mais o favoritismo de Hugo (que é um filme bobo, que apenas conta com uma linda homenagem ao mestre George Meliés), enquanto evidenciava mais ainda que a obra-prima de Terrence Malick foi mesmo mal visto por parte dos votantes.

      Outra polêmica (pelo menos no Brasil) foi a derrota de Rio em canção original. A verdade é que qualquer um que acompanhou a corrida do Oscar já sabia que o longa de Carlos Saldanha ia sair de mãos abanando. Os Muppets são adorados nos EUA, e sua música melhor que a "nossa" inquestionavelmente (mesmo que ambas não sejam grande coisa). Já o escândalo que os fãs da série Harry Potter fizeram quando o último filme da saga do bruxinho não ganhou nenhuma categoria realmente é justificável, entretanto, mais pelo histórico de sempre ter mantido um alto nível técnico durante todo os oito filmes do que por merecimento.

      Na parte de atuações, Streep finalmente ganhou seu terceiro Oscar por um trabalho excelente no horrível A Dama de Ferro (que também venceu por sua maravilhosa maquiagem), o carismático Dujardin levou melhor ator (era meu preferido mesmo) e Plummer se tornou o ator mais velho a ser premiado, por uma performance marcante no subestimado Toda Forma de Amor. Já a caricata Octavia Spencer (que também é a pior coisa do racista e fraco Histórias Cruzadas) se emocionou ao ouvir sua nome, mas de longe era a que menos merecia entre as cinco candidatas e foi responsável pela vitória mais injusta da noite.

      Meia-Noite em Paris e Os Descendentes tiveram que se contentar apenas com roteiro original e adaptado, respectivamente; enquanto o fabuloso A Separação foi consagrado a melhor produção estrangeira. Michel Hazanavicius foi considerado melhor diretor e O Artista melhor filme, dois prêmios que caíram em boas mãos, já que o longa francês era o segundo melhor entre os nove principais. No geral, ótimas escolhas numa festa previsível na maior parte do tempo. Só esperamos que a lista de 2013 seja superior a esta de 2012, que em alguns anos será considerada uma vergonha na história da Academia.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Oscar 2012 - Previsões

with 2 comentários

      Assim como ano passado, farei minhas previsões para o Oscar aqui no blog, e bem em cima da hora, diga-se de passagem. Particularmente, acho especular sobre isso muito divertido. Como comentei no post passado, o Oscar nem sempre indica os melhores filmes e trabalhos, mas é inegável sua relevância até hoje no mundo cinematográfico. Vocês viram o vídeo em que a equipe de A Artista festeja suas diversas indicações? Então, fizeram aquilo, pois sabem que suas carreiras só tendem a crescer de agora em diante. Isso é se eles forem espertos. Revelarei meus palpites da seguinte forma: primeiro, digo quem vai vencer, quem pode vencer. para quem eu torço que vença (mesmo que seja a última opção possível), e para quem eu torço contra, o que nem sempre vai ocorrer. Em certas categorias, por não ter visto todas as opções, decidi não demonstrar preferência. Tudo esclarecido, vamos começar.

MELHOR FILME

Quem vai ganhar: O Artista
Quem pode ganhar: A Invenção de Hugo Cabret
Quem eu quero que ganhe: A Árvore da Vida
Quem eu não quero que ganhe: Cavalo de Guerra e Histórias Cruzadas

MELHOR DIRETOR

Quem vai ganhar: Michel Hazanavicius
Quem pode ganhar: Martin Scorsese
Quem eu quero que ganhe: Terrence Malick
Quem eu não quero que ganhe: Alexander Payne

MELHOR ATOR

Quem vai ganhar: Jean Dujardin
Quem pode ganhar: George Clooney
Quem eu quero que ganhe: Jean Dujardin

MELHOR ATRIZ

Quem vai ganhar: Meryl Streep
Quem pode ganhar: Viola Davis
Quem eu quero que ganhe: Rooney Mara

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Quem vai ganhar: Christopher Plummer
Quem pode ganhar: Max von Sydow
Quem eu quero que ganhe: Christopher Plummer
Quem eu não quero que ganhe: Jonah Hill (não que esteja ruim, mas foi indicado simplesmente por ter se aventurada em outro gênero além da comédia)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Quem vai ganhar: Octavia Spencer
Quem pode ganhar: Não vejo como a Spencer possa perder
Quem eu quero que ganhe: Bérénice Bejo
Quem eu não quero que ganhe: Octavia Spencer

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Quem vai ganhar: Meia-Noite em Paris
Quem pode ganhar: O Artista
Quem eu quero que ganhe: A Separação

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Quem vai ganhar: Os Descendentes
Quem pode ganhar: A Invenção de Hugo Cabret
Quem eu quero que ganhe: Tudo pelo Poder
Quem eu não quero que ganhe: Os Descendentes

MELHOR ANIMAÇÃO

Quem vai ganhar: Rango
Quem pode ganhar: Não vejo como Rango possa perder

MELHOR MONTAGEM

Quem vai ganhar: O Artista
Quem pode ganhar: A Invenção de Hugo Cabret
Quem eu quero que ganhe: Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres
Quem eu não quero que ganhe: Os Descendentes

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

Quem vai ganhar: A Invenção de Hugo Cabret
Quem pode ganhar: O Artista
Quem eu quero que ganhe: Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2

MELHOR FOTOGRAFIA

Quem vai ganhar: A Árvore da Vida
Quem pode ganhar: Não vejo como A Árvore da Vida possa perder
Quem eu quero que ganhe: A Árvore da Vida

MELHOR FIGURINO

Quem vai ganhar: W.E. - O Romance do Século
Quem pode ganhar: O Artista

MELHOR MAQUIAGEM

Quem vai ganhar: A Dama de Ferro
Quem pode ganhar: Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2
Quem eu quero que ganhe: Harry Potter e as Relíquias da Morte

MELHOR TRILHA SONORA

Quem vai ganhar: O Artista
Quem pode ganhar: Não vejo como O Artista possa perder
Quem eu quero que ganhe: O Artista
Quem eu não quero que ganhe: Cavalo de Guerra

MELHOR CANÇÃO

Quem vai ganhar: Os Muppets
Quem pode ganhar: Rio

MELHOR MIXAGEM DE SOM

Quem vai ganhar: A Invenção de Hugo Cabret
Quem pode ganhar: Cavalo de Guerra
Quem eu quero que ganhe: O Homem que Mudou o Jogo

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

Quem vai ganhar: A Invenção de Hugo Cabret
Quem pode ganhar: Cavalo de Guerra
Quem eu quero que ganhe: Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres

MELHOR EFEITOS ESPECIAIS

Quem vai ganhar: Planeta dos Macacos: A Origem
Quem pode ganhar: Não vejo como Planeta dos Macacos: A Origem possa peder
Quem eu quero que ganhe: Planeta dos Macacos: A Origem

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Quem vai ganhar: A Separação
Quem pode ganhar: In Darkness

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Quem vai ganhar: Paradise Lost 3: Purgatory
Quem pode ganhar: Pina

MELHOR CURTA-METRAGEM

Quem vai ganhar: The Shore
Quem pode ganhar: Tuba Atlantic

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

Quem vai ganhar: The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore
Quem pode ganhar: La Luna

MELHOR CURTA-DOCUMENTÁRIO

Quem vai ganhar: Saving Face
Quem pode ganhar: God is the Bigger Elvis

Conclusão: O Artista acabaria a noite com 5 prêmios, seguido de A Invenção de Hugo Cabret com 3 e A Dama de Ferro com 2. Porém, como podem ter notado, discordei muito dos prováveis vencedores de certas categorias, um reflexo do péssimo ano que 2011 foi e das horríveis escolhas da Academia, que, na minha opinião, indicou apenas três filmes realmente merecedores na categoria principal (A Árvore da Vida, O Artista e Meia-Noite em Paris). O novo sistema não só falhou indiscutivelmente, como ainda valorizou obras péssimas (Histórias Cruzadas, Cavalo de Guerra e Tão Forte e Tão Perto) e medianas (A Invenção de Hugo Cabret e Os Descendentes). O único que sobra é O Homem que Mudou o Jogo, um bom filme, mesmo que outros poderiam também ter ficado com a sua vaga. A verdade é que hoje torcerei firmemente por O Artista nas categorias principais. "Tenham um bom Oscar."

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Oscar não é atestado de qualidade

with 4 comentários


      Com o Oscar por perto, é necessário para os cinéfilos verem os filmes indicados, como oportunidade de torcer para algum em especial ou apenas para ter um embasamento melhor sobre o ano e seu saldo. Ou talvez porque goste de películas boas. Mas aí que os espectadores normais se perdem. Desde sua estreia, o Oscar não um atestado de qualidade. Vide O Discurso do Rei em 2011. Bom filme? Sim. Merecedor de uma vaga entre os 10 principais do Oscar? Não. Mesmo. E como é de costume, vários filmes de 2012 que estão sendo valorizados são fracos.

      Ainda não vi O Artista, Hugo e Tão Forte e Tão Perto, por isso eles não se encaixam nessa categoria por enquanto. Estou dizendo é de Cavalo de Guerra, o vencedor do SAG de melhor elenco Vidas Cruzadas, e o ganhador do Globo de Ouro de melhor drama Os Descendentes. Têm seus pontos bons? Sem dúvidas. Porém, são obras irregulares.

      Cavalo de Guerra é longo, melodramático, mal conduzido, possui uma trilha sonora exagerada, um final pretensioso, personagens rasos e uma das piores cenas do ano (aquela em que o "protagonista" esta preso no arame enfarpado e dois adversários fazem piadinha enquanto o soltam). Contudo, o cavalo é realmente lindo e sua cena correndo nas trincheiras fabulosa.

      Já Histórias Cruzadas também é longo, maniqueísta, novelesco, tem um roteiro medíocre, é recheado de atuações caricatas (Octava Spencer principalmente, que sei lá como é a favorita ao Oscar de atriz coadjuvante) e é pessimamente dirigido. Entretanto, Viola Davis está soberba como uma sensível empregada doméstica, e a reconstituição de época é bem feita. Na verdade, o mais preocupante, é que o longa seja incrivelmente racista, enquanto tenta passa uma imagem contrária. Oras, o título é The Help, ou seja, as negras não conseguiram se libertar sozinhas, precisaram da ajuda das pessoas brancas. O que, diga-se de passagem, é um grande equívoco histórico.

      Por fim, Os Descendentes, do ótimo diretor Alexander Payne, que deixa a peteca cair feio neste seu filme, com um roteiro inverossímel, situações ridículas (que como bem o crítico Pablo Villaça apontou, poderiam ser tiradas de uma sitcom) e cheio de personagens descartáveis. George Clooney está excelente, assim como Shailene Woodley, Matthew Lillard e Judy Greer (estes em participações pequenas). O melhor dos três, ainda é um longa abaixo da média, mesmo que emocione em diversos momentos.

      Dito tudo isso, A Árvore da Vida foi o melhor filme de 2011 e é o melhor da categoria no Oscar, seguido de Meia-noite em Paris (pelo menos dos que assisti). São duas obras muito mais complexas que estas acima. E, se o mundo fosse justo, venceriam. Ou O Espião que Sabia Demais e Millenium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres seriam indicados. Resta torcer para que O Artista seja bom. E eu creio que seja. Eu espero que seja. Eu necessito que seja.

Cavalo de Guerra (War Horse, 2011) - ** / Histórias Cruzadas (The Help, 2011) - ** / Os Descendentes (The Descendants, 2011) - ***

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Indicados ao Globo de Ouro 2012 - Comentários

with 6 comentários
      Com boas surpresas, os indicados ao Globo de Ouro foram anunciados esta manhã. Enquanto serviu para fortalecer alguns filmes vistos como sem grandes chances (The Ides of March, Midnight in Paris), também levou outros ladeira abaixo (Extremely Loud and Incredibly Close, The Tree of Life). The Artist, The Descendants e Hugo continuam sua posição na dianteira.

MELHOR FILME - DRAMA

The Descendants
The Help
Hugo
The Ides of March
Moneyball
War Horse

Só eu achei estranho terem colocado seis longas? Enfim, previ cinco, mas não consegui (e nem passou pela minha cabeça) The Ides of March. Não gostei da óbvia inclusão de The Help, a única obra que assisti dentre elas. Considero o filme forçado e mal executado. Mas não deve ganhar. Infelizmente, meu querido The Tree of Life ficou de fora.

MELHOR ATOR - DRAMA

George Clooney por The Descendants
Leonardo DiCaprio por J. Edgar
Michael Fassbender por Shame
Ryan Gosling por The Ides of March
Brad Pitt por Moneyball

Para surpresa geral, Gosling entrou, mas não por Drive, e sim por The Ides of March. Merecido, o ator já merecia reconhecimento faz tempo. Mas deve perde a vaga para DuJardin no Oscar.

MELHOR ATRIZ - DRAMA

Glenn Close por Albert Nobbs
Viola Davis por The Help
Rooney Mara por The Girl with the Dragon Tatoo
Meryl Streep por The Iron Lady
Tilda Swinton por We Need to Talk About Kevin

Uma das poucas categorias que previ totalmente. Davis arrasa em The Help e é a melhor coisa do filme. Está entre ela e a veterana Streep.

MELHOR FILME - COMÉDIA/MUSICAL

50/50
The Artist
Bridesmaids
Midnight in Paris
My Week with Marilyn

Pelos que os críticos falam, My Week with Marilyn é o O Turista da seleção, aquele filme ruim que só o Globo de Ouro dá uma chance. Bridesmaids é muito engraçado e Midnight in Paris um sopro de originalidade, porém The Artist já levou essa.

MELHOR ATOR - COMÉDIA/MUSICAL

Jean DuJardin por The Artist
Brendan Gleeson por The Guard
Joseph Gordon-Levitt por 50/50
Ryan Gosling por Crazy, Stupid, Love
Owen Wilson por Midnight in Paris

Não tenho a menor ideia da onde Gleeson apareceu, mas ele é um intérprete experiente. Fui um dos poucos que apostou em Gosling aqui, a maioria achava que Carell seria o escolhido. E fiquei muito feliz com a lembrança de Gordon-Levitt. Entretanto, também vejo esse prêmio para The Artist, mesmo que os outros sejam competentes.

MELHOR ATRZ - COMÉDIA/MUSICAL

Jodie Foster por Carnage
Charlize Theron por Young Adult
Kristen Wiig por Bridesmaids
Michelle Williams por My Week with Marilyn
Kate Winslet por Carnage

Acertei todas novamente. E nem tinha posto alternativas. Entretanto, creio que seja uma das mais difíceis de adivinhar o vencedor. Com três oscarizadas, temo que Williams não consiga. Ou é só uma impressão minha, porque é outra atriz talentosa de nossa geração.

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Kenneth Branagh por My Week with Marilyn
Albert Brooks por Drive
Jonah Hill por Moneyball
Viggo Mortensen por A Dangerous Method
Christopher Plummer por Begginers

Triste ver que Serkis foi ignorado pelo seu sensível trabalho em Rise of the Planet of the Apes. Contudo, Mortensen é ótimo e Hill tem atraído bastante atenção.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Bérénice Bejo por The Artist
Jessica Chastain por The Help
Janet McTeer por Albert Nobbs
Octavia Spencer por The Help
Shailene Woodley por The Descendants

Previ a não inclusão de Mulligan, mas errei ao trocar McCarthy por McTeer. Aliás, essa foi uma grande derrubada na comediante que vinha numa boa sequência. Feliz por Chastain, mas Spencer consegue ser uma das piores coisas de The Help e não merecia estar aí.

MELHOR DIRETOR

Woody Allen por Midnight in Paris
George Clooney por The Ides of March
Michael Hazanavicius por The Artist
Alexander Payne por The Descendants
Martin Scorsese por Hugo

A maior surpresa do dia deve ser Clooney aqui no lugar de Spielberg. Allen entrou não só porque é bom, mas também porque a quinta vaga estava meio em aberto. Categoria forte e ainda sem um vencedor definido, já que as associações de críticos têm se dividido entre Hazanavicius, Scorsese e Payne.

MELHOR ROTEIRO

The Artist
The Descendants
The Ides of March
Midnight in Paris
Moneyball

E mais uma vez a zebra chamada The Ides of March me atrapalhou. Tirando isso, categoria com candidatos previsíveis, mas com um vencedor ainda muito disputado. Moneyball pode até não estar com toda essa bola nas outras categorias, porém venceu já vários prêmios de roteiro. E talvez, eles deem para aqueles que realmente tem chance em melhor filme, como The Descendants (lembrando que o mesmo pessoal venceu anos antes por Sideways), The Artist ou até Midnight in Paris, já que Allen sempre foi um queridinho.

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Arthur Christmas
Cars 2
Rango
Puss in Boots
The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn

O ano não foi muito bom para os animadores. Cars 2 entrou pois tem a Pixar como produtora, uma vez que é um filme muito abaixo da média. Rio, mesmo irregular, poderia ter entrado. A disputa está entre Tintin e Rango de qualquer forma.

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

The Flowers of Wars
In the Land of Blood and Honey
The Kid with a Bike
A Separation
The Skin I Live In

Pelo fato de Le Havre ter sido esnobado, A Separation é o favorito. Jolie conseguiu uma indicação surpresa, e merecida pelo que dizem. The Skin I Live In é um trabalho muito bom do Almodóvar, e o mediano The Kid with a Bike se mostra o absurdo da categoria, além de ser outro caso que foi influenciado pelos nomes dos responsáveis.

MELHOR TRILHA SONORA

The Artist
The Girl with the Dragon Tatoo
Hugo
W.E.
War Horse

Devia ter previsto que John Williams não seria indicado duas vezes, mas nunca falaria W.E. Ainda mais, quando quem viu não gostou. Não sei apontar ainda quem ganhará. Os quatro principais podem sair com a estatueta.

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Lay Your Head Down de Albert Nobbs
Hello, Hello de Gnomeo & Juliet
The Living Proof de The Help
The Keeper de Machine Gun Preacher
Masterpiece de W.E.

Sinceramente, nem sei o que comentar. Escolhas sempre dífíceis e duvidosas são feitas nesta categoria.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Indicados ao Globo de Ouro 2012 - Previsões

with 0 comentários
      Uma das coisas que mais gostei quando criei este blog em meados de janeiro foi poder dar meus comentários sobre a corrida do Oscar 2011. Como estive ausente (chocante!), decidi voltar a escrever sobre aquilo que mais me alegrou neste quase um ano de existência. E enquanto o prêmio da Academia não chega, fico com as previsões ao próximo Globo de Ouro. Não irei tentar adivinhar as categorias de tevê, apesar de possuir alguns favoritos (Game of Thrones, The Good Wife, Modern Family, Homeland e The Killing), pois sim, também vejo séries, porém em uma menor escala. Comentários só virão amanhã.

MELHOR FILME - DRAMA

1 - The Descendants
2 - Hugo
3 - The Help
4 - War Horse
5 - Moneyball
alt: The Tree of Life e Extremely Loud and Incredibly Close

MELHOR ATOR - DRAMA

1 - George Clooney por The Descendants
2 - Brad Pitt por Moneyball
3 - Michael Fassbender por Shame
4 - Leonardo DiCaprio por J. Edgar
5 - Gary Oldman por Tinker, Tailor, Soldier, Spy
alt: Ryan Gosling por Drive

MELHOR ATRIZ - DRAMA

1 - Viola Davis por The Help
2 - Meryl Streep por The Iron Lady
3 - Glenn Close por Albert Nobbs
4 - Tilda Swinton por We Need To Talke About Kevin
5 - Rooney Mara por The Girl with the Dragon Tatoo
alt: Elizabeth Olsen por Martha Marcy May Marlene

MELHOR FILME - COMÉDIA

1 - The Artist
2 - Bridesmaids
3 - Midnight in Paris
4 - Begginers
5 - Young Adult
alt: Carnage

MELHOR ATOR - COMÉDIA

1 - Jean DuJardin por The Artist
2 - Joseph Gordon-Levitt por 50/50
3 - Owen Wilson por Midnight in Paris
4 - Matt Damon por We Bought a Zoo
5 - Ryan Gosling por Crazy, Stupid, Love
alt: Paul Giamatti por Win Win

MELHOR ATRIZ - COMÉDIA

1 - Michelle Williams por My Week with Marilyn
2 - Charlize Theron por Young Adult
3 - Kristen Wiig por Bridesmaids
4 - Kate Winslet por Carnage
5 - Jodie Foster por Carnage

MELHOR ATOR COADJUVANTE

1 - Christopher Plummer por Begginers
2 - Kenneth Branagh por My Week with Marilyn
3 - Albert Brooks por Drive
4 - Nick Nolte por Warrior
5 - Andy Serkis por Rise of the Planet of the Apes
alt: Patton Oswald por Young Adult

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

1 - Octavia Spencer por The Help
2 - Melissa McCarthy por Bridesmaids
3 - Jessica Chastain por The Help
4 - Bérénice Bejo por The Artist
5 - Shailene Woodley por The Descendants
alt: Carey Mulligan por Shame

MELHOR DIRETOR

1 - Michael Hazanavicius por The Artist
2 - Alexander Payne por The Descendants
3 - Martin Scorsese por Hugo
4 - Steven Spielberg por War Horse
5 - Terrence Malick por The Tree of Life
alt: Stephen Daldry por Extremely Loud and Incredibly Close

MELHOR ROTEIRO

1 - The Descendants
2 - Moneyball
3 - Midnight in Paris
4 - The Artist
5 - The Tree of Life
alt: Hugo

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

1 - Rango
2 - The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn
3 - Kung Fu Panda 2
4 - Rio
5 - Arthur Christmas
alt: Happy Feet 2

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

1 - A Separation
2 - Le Havre
3 - In Darkness
4 - Where do We Go Now?
5 - Miss Bala
alt: Footnote

MELHOR TRILHA SONORA

1 - The Artist
2 - War Horse
3 - Hugo
4 - The Girl with the Dragon Tatoo
5 - The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn
alt: Extremely Loud and Incredibly Close

MELHOR CANÇÃO

1 - The Living Proof de The Help
2 - Life's a Happy Song de The Muppets
3 - Where the River Goes de Footloose
4 - Bride of Light de Happy Feet 2
5 - So Long de Winnie the Pooh
alt: Man or Muppet de The Muppets